Albert Bandura e a aprendizagem social


Fapa, 2003

[1] Segundo Bandura, qual a importância da aprendizagem por imitação?

Fundamental, porque as crianças, em todas as culturas, adquirem e modificam padrões complexos de comportamento, conhecimentos e atitudes mediante a observação dos adultos. Se assim não fora, os comportamentos estariam sujeitos a serem adquiridos por ensaio e erro, o que atrasaria o processo de desenvolvimento das crianças.

[2] Que capacidades estão envolvidas, de acordo com Bandura, na aprendizagem social (imitação)?

Capacidade simbolizadora, já que muitos comportamentos são adquiridos somente em formas representativas, ao observar um modelo sem que haja um desempenho manifesto.

Capacidade de previsão, incluindo o antecipar de conseqüências do comportamento, em termos de recompensas e/ou punições.

Capacidade vicária de aprender através do modelo e da observação.

Capacidade auto-reguladora, que supõe padrões pessoais de desempenho, incluindo um sistema de auto-recompensas e outro sistema punitivo e

Capacidade de reflexão, ou seja, o indivíduo pensa, tem intenções, projetos e avalia.

[3]Relacione comportamento agressivo com modelação.

Bandura demonstrou, através de pesquisas efetivadas em 1962 e 1963 que crianças expostas a modelos agressivos não só exibem respostas imitativas específicas como também evidenciam um maior número de respostas agressivas não observadas no modelo; outras duas considerações importantes são as de que as crianças demonstram a relevância dos modelos reais e simbólicos e de que a observação de modelos agressivos tem um efeito desinibitório em relação aos próprios atos de agressividade.

[4] De acordo com Bandura, qual a importância dos processos vicários na aprendizagem?

Os processos vicários são os que ocorrem quando alguém observa o comportamento de terceiros e as suas conseqüências e aprende através desses atos observatórios. Se as conseqüências de tal comportamento forem indesejáveis é muito provável que o observador repudie o mesmo. Contudo se as mesmas forem positivas, dependendo das circunstâncias e dos valores do observador é possível a imitação do modelo observado.

[5] Dar exemplos de situações onde fiquem, ou fique evidenciada a importância do ensino de acordo com os princípios da imitação (modelação).

Há comportamentos relacionados à agressividade, mas há situações nas quais o observador registra através dos processos vicários as conseqüências do comportamento sugerido pelo modelo, para aplica-los quando surgir o hipótese concreta. Um exemplo se relaciona ao fato de os pais fumarem ou viverem em conflitos constantes ou mesmo o tipo de tratamento que dispensam a terceiros. Uma criança possivelmente reproduzirá tais padrões assimilados dos pais na conformidade do vínculo que mantenha com os mesmos.

[6] Explicar o processo de modelação da ordem superior.

Ocorre modelação de ordem superior quando o comportamento do observado propicia ao observador informações sobre as características das respostas apropriadas as quais, na mente do observador culminam na formulação de princípios para a geração de padrões semelhantes. Não se trata de imitação periférica (como o mecanismo de preensão de um lápis por uma criança) de natureza estrita, mas de processos de abstração, generalização e elaboração de princípios, que já caracterizam funções cognitivas sofisticadas.

[7] Estabelecer diferenças entre modelação verbal e modelação de comportamento.

A modelação verbal ocorre quando a reposta a ser aprendida é transmitida através de instruções verbais e não através de modelo vivo ou modelo simbólico ou representacional (audiovisuais, televisão). Já a modelação de comportamento ocorre na situação em que o comportamento a ser aprendido é apresentado por um modelo e o observador deverá, no momento ou na ocasião oportuna reproduzi-lo. A modelação de comportamento é mais eficaz em crianças de pouca idade.

[8] Qual o papel do professor na teoria de Bandura?

Apresentar aos alunos modelos consistentes e adequados de comportamentos, modelos simbólicos e modelos verbais. Os mesmos serão adequados às capacidades dos alunos e dependerão, em eficácia, da valência afetiva do professor, ou seja, da relação que ele e seus alunos estabelecerem.

[9] Citar e explicar os três tipos de modelos que influenciam na aprendizagem por imitação.

Modelos vivos são aqueles em que existe a presença física do mesmo e tal interação dependerá das influências entre observador e observado.

Modelos representativos são os representados por personagens que vivem os mais diferentes papéis. Nas sociedades antigas ou tradicionais a influência dos modelos próximos era dominante; na sociedade moderna os meios visuais, especialmente cinema e televisão transmitem padrões de comportamentos e atitudes que funcionam como um desafio não só à família tradicional como também solapam valores e transmitem o signo da violência e da agressão, o que faz com que as sociedades atingidas devam sempre utilizar um sistema de pesos e contrapesos no sentido de buscarem uma resposta ética para tais demandas.

Modelos simbólicos são as produções gráficas que permitem o encontroo de vários modelos de origens diversas e atendendo a demandas específicas. São os modelos encontrados nas publicações de modo geral, na literatura e nas biografias, e que tem enorme influência no comportamento, na aprendizagem e portanto nas sociedades de modo geral.

[10] Citar e explicar os quatro processos envolvido na aprendizagem social.

Processo de atenção o indivíduo observará com cuidado e exatidão os modelos apresentados e seus estímulos de modelação, selecionando aqueles estímulos relevantes, reconhecendo e diferenciando os dados distintivos das respostas dos modelos par que ocorra o registro sensório. O processo de atenção possui três variáveis.

Condições de incentivos que são aquelas que determinam se o observador receberá ou não uma recompensa se desempenhar com exatidão um comportamento que está sendo modelado. Se houver tal recompensa o observador terá maior estímulo para redobrar sua atenção. Também o interesse é outra variável importante. Querer dominar uma determinada arte ou técnica ou procedimento fará com que o observador incremente sua atenção.

Características do observador e que dependem, por exemplo, de estar o observador afiliado a uma organização específica (religiosa, social, cultural) ou de circunstâncias igualmente específicas do observador. Outra característica é o fato do observador ser ou não reforçado por comportamento imitativo. Quanto maior o reforço, maior a tendência a imitação.

Características dos estímulos de modelação ou do modelo – o valor afetivo do modelo poderá ter influência grande em relação ao observador. Outra característica é a de que o observador selecionará o modelo de acordo com as circunstâncias nas quais deverá responder o comportamento observado. O jovem observará outro jovem se quiser buscar um modelo de sua indumentária, observará um ancião ou um homem maduro se desejar

maturidade, um profissional bem sucedido se quiser um modelo referente à vida profissional e suas regras. Assim, celebridade, status e poder social do modelo são importantes para eclodir e manter a atenção.

Processos de retenção são aqueles em que dá-se a observação mas o modelo não está presente quando o observador possui as condições sociais, o status ou a idade que lhe permitirá ou garantirá o exercício do que aprendeu, tendo em vista a mesma observação. Aqui o observador reterá tais observações de algum modo simbólico e codificado, classificado e reorganizado em estímulos fáceis de serem recordados. A aprendizagem por observação envolve o estímulo visual e o verbal. A maioria dos processos cognitivos que regulam o comportamento é primeiramente verbal. No comportamento visual, as imagens serão organizadas seqüencialmente pelo observador visando a reprodução da modelagem observada. Depois que as respostas modeladas forem transformadas em símbolos verbais, os desempenhos de comportamentos combinados em ocasiões posteriores podem ser controlados pelo próprio sujeito.

Processos de reprodução motora – a aprendizagem por observação que envolve movimento pode ocorrer a partir da observação de um modelo e na sua presença ou a partir de informações que indicam como executar as respostas. No primeiro caso o instrutor perfaz o comportamento e em seguida poderá requerer que o observador o execute. No segundo caso o instrutor explica como se devem dar os movimentos e o observador imediatamente tenta fazê-los.

Processos de motivação e reforço – comportamentos apreeendidos pelo observador serão traduzidos em desempenho na perspectiva de receberem incentivos ou reprimendas. Com incentivos adequados a aprendizagem por observação é prontamente traduzida em desempenho. Bandura e Barab (1971) demonstraram que crianças expostas a diversos tipos de comportamento só imitaram os que eram recompensados e se recusavam a tanto na ausência de reforço. Os indivíduos observam as ações dos outros e as ocasiões em que são recompensadas, ignoradas ou castigadas e as conseqüências serão fatores importantes na regulação do próprio comportamento, funcionando como elementos no estabelecimento de padrões comportamentais que acabam sendo codificados em princípios, normas ou orientações. As conseqüências antecipadas ou antecipáveis controlam a emissão do comportamento, podendo agir como inibidoras ou incentivadoras do mesmo comportamento. O sujeito processa e sintetiza a informação de conjuntos de acontecimentos, não respondendo limitadamente a cada evento.

[11] Relacionar aprendizagem social e reforço.

O auto-reforço procede do observador e não de uma fonte. É a satisfação que se obtém quando se atinge uma meta buscada com o fortalecimento da auto-estima. Há ainda outros aspectos que intervém no agir do indivíduo: a antecipação e avaliação de suas conseqüências, que influem nas ações que as pessoas empreendem e é um fator de auto-regulação. Os indivíduos se impõe diferentes padrões de desempenho – decorrentes do processo de socialização – a partir dos quais se auto-avaliam. Ao atingir tal padrão os sujeitos se autopunem ou se auto-recompensam se não conseguem atingir o que buscam.

Hilton Besnos, 06/2003

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s