Estrutura textual


Estrutura textual

Ms. Magda Cyrre.

1. Narração – seqüências de ações/ personagens/ expectativas de ações. O texto narrativo é temporal. Há referências onde a ação ou inação ocorrem.

2. Descrição – texto “parado”, sem ação. Não há personagem nem há temporalidade.

3. Argumentação – dissertação / idéias

Intencionalidade textual

1. Informativo -Informar no sentido de explicar

2. Lúdico – Distrair no sentido lúdico, de entreter

3. Persuasivo – Persuadir no sentido de convencer.

Circuito comunicacional

Sujeito enunciador —————————— Sujeito destinatário ou sujeito receptor

Mensagem código

Para a leitura e interpretação textual é importante

a) investigar o texto;

b) observar os índices icônicos (imagens ao longo do texto)

c) analisar a linguagem o vocabulário utilizado pelo autor;

d) associar o tema com outros assuntos de atualidade;

e) fazer perguntar e procurar no texto as respostas.

Neutralidade textual

Não existe a neutralidade do texto; o que pode haver, e não raro propositadamente, é tentar o autor dar uma aparência de netrutralidade ao mesmo. Temos, portanto, de estarmos atentos ao que estamos lendo. Exemplos:

O golpe de 1964 deixou marcas na história…

A palavra golpe induz a pensar-se claramente tratar-se de alguém de tendência política de esquerda, pela conotação dada a palavra citada.

A revolução de 1964 deixou marcas na história…

Diferentemente do que se lê acima, aqui o enunciador procura, pela palavra revolução, dar uma visão do fato no sentido político de direita, sendo tal expressão quase uma justificativa que acompanha o fato ocorrido.

O movimento de 1964 deixou marcas na história…

Aqui é procurada a “neutralidade”, ou seja, a palavra movimento busca não carregar emotivamente o fato, tratando-o de modo quase que técnico. Aqui a posição política linkada seria a de alguém que politicamente está “em cima do muro”.

Modo de organização descritivo

O modo de organização descritivo consiste em identificar os seres do mundo, classificando-os. A descrição é o texto, o resultado. Esse modo possui três tipos de componentes:

a) nomear, ou seja, fazer surgir um ser no mundo,

b) localizar, ou seja contextualizar, dizer qual o valor gradativo de importância no tempo e no espaço; incitar, contar uma história, contextualizar o que está sendo contado, criar um personagem, qualificá-lo

c) qualificar ou seja, reduzir a infinidade do mundo construindo classes e subclasses de seres; construção objetiva do mundo com o objetivo de incitar alguém. Essa construção objetiva, contudo, lança mão de nossa subjetividade, atribuindo um valor àqueles personagens.

Estrutura descritiva

Componentes Procedimentos discursivos Finalidade Tipos de texto

Nomear Identificação Recensear, informar Inventário, listas recapitulativas, listas identificadoras, nomenclaturas.

Localizar, situar Construção dos objetos do mundo Definir, explicar, incitar, relatar Texto de lei, didático, científico, anúncios e resumos

Qualificar Construção subjetiva do mundo Incitar e relatar Publicidade, mensagens, catálogos, canções, narrativa jornalística, carton

Atividade:

Criar um texto descritivo livre.

Manual da Patricinha.

Patricinha é um produto que se auto-renova de acordo com as tendências da moda, usando um dispositivo que informa em display quais os acessórios a serem incorporados ao modelo básico.

Modelo básico – características básicas biológicas de padrão normal, podendo o(a) cliente optar por modelos com maior ou menor if (índice fashion). Incorpora vestimentas by shopping center com tendências modernosas. Acompanham bolsas e adereços vários. Possui telefone celular com tecnologia VAP e leds coloridos, para você encontrá-la em qualquer tempo e local.

Partes que compõe – fisicamente atraente a libido, altura média, cor de cabelo intercambiável, com vago ar de ninfeta e disponibilidade de reality show. Estética média brasileira, com zonas erógenas sensíveis ao toque digital e com tecla SAP para sanear possíveis dúvidas de uso ou manutenção.

Modo de usar – mantenha o led “fashion” e a tecla SAP permanentemente ligadas. Com pilhas VCR-2000, de alta energia e baixo consumo de eletricidade. Acompanha bateria e funciona com bivoltagem. Use sua Patricinha preferencialmente em reuniões de amigos, festas, convenções, shopping centers, idas a serra ou praia e atividades intelectuais moderadas, bem como em eventos que aumento a auto-estima geral.

Advertências: A futilidade deve ser cultivada, pois aumenta sua capacidade de uso e a disponibilidade dos créditos de natureza libidinosa, de acordo com o led anexo. Se a tecla SAP desativar completamente conforme-se: você terá uma intelectual repressiva.

Claro que não aceitamos devolução!

Resenha, componentes da resenha

1 – Título. Para o título há duas opções: ou o próprio título da obra resenhada ou título através da criação do resenhador.

2 – Referências bibliográficas onde constarão obrigatoriamente o nome do autor, o título resenhado a editora que publicou a obra e o número de páginas. Se a obra é traduzida, também se indicam a língua original e o nome do tradutor.

3 – Informações gerais sobre a obra, que são os dados sobre o autor, a época em que o livro foi escrito, o gênero da obra, quem é ou são os destinatários-alvo e o objetivo da obra.

4 – Descrição da estrutura da obra, tratando-se de uma indicação sobre como a obra está organizada (divisão em capítulos, assunto dos capítulos).

5 – Síntese da obra ou seja apresentação das idéias fundamentais do livro.

6 – Apreciação crítica, que é a emissão de julgamento bem fundamentado sobre o conteúdo, a forma, a originalidade e a importância da obra para determinado campo de estudo.

Atividades.

Faça duas resenhas, a dofilme “Acorda Raimundo Acorda!!!” e a da poesia “Não há vagas”

Resenha do filme “ACORDA RAIMUNDO ACORDA!!!”

Um retrato do difícil cotidiano de um casal em um bairro proletário do Rio de Janeiro, mas com a inversão dos papéis tradicionalmente destinados ao homem/mulher. Esse o fio condutor deste curta-metragem dirigido por Alfredo Alves e que denuncia a violência que subjaz aos mesmos estereótipos sociais. O humor perpassa de modo convincente o tema que, sem dúvida, é universal. Fundação Abrinq, Ceta-Ibase e Iser Film. Curta-metragem com Paulo Betti, Elaine Giardini, Zezé Motta e José Mayer.

Resenha do poema “NÃO HÁ VAGAS”

Ferreira Gullar tem o veio do sangue e a verve da denúncia ao escrever “Não há vagas”. Os temas que acometem os comuns dos mortais no seu cotidiano não acorrem aos poemas “porque o poema, senhores, está fechado: ‘não há vagas’”. A rudeza de Gullar aqui é proposital e o final inesperado é antes um libelo que lembra o rompimento havido com a ascenção do movimento pós-modernista do que uma profissão de fé. Ainda bem. Ferreira Gullar. Antologia poética. Rio de Janeiro, Fontana; São Paulo, Summus, 1977, p. 70.

Atividade.

Resuma os textos apresentados. Se desejar faça um esquema com as palavras-chave do texto antes de fazer a sua redação final.

I

Clarice nasce em Tchelchenik, na Ucrânia, em 1920. Chega ao Brasil com os pais e as duas irmãs aos dois meses de idade, instalando-se em Recife. A infância é envolta em sérias dificuldades financeiras. A mãe morre quando ela conta nove anos de idade. A família então se transfere para o Rio de Janeiro, onde Clarice começa a trabalhar como professora particular de português. A relação professor/aluno seria um dos temas preferidos e recorrentes em toda a sua obra – desde o primero romance Perto do Coração Selvagem. Ela estuda Direito, por contingência. Em seguida, começa a trabalhar na Agência Nacional, como redatora. No jornalismo, conhece e se aproxima de escritores e jornalistas como Antônio Callado, Hélio Pelegrino, Fernando Sabino, Paulo Mendes Campos, Alberto Dines e Rubem Braga. Os passos seguintes são o jornal A Noite e o início do livro Perto do Coração Selvagem – segundo ela, um processo cercado pela angústia. O romance a persegue. As idéias surgem a qualquer hora, em qualquer lugar. Nasce aí uma das características de seu método de escrita – anotar as idéias a qualquer hora, em qualquer pedaço de papel.

Resumo.

A família de Clarice, de origem ucraniana, chegou ao Brasil em 1920, instalando-se no Recife ee transferindo-se para o Rio de Janeiro nove anos após. Clarice trabalhou como professora particular de português e adiante como redatora na Agência Nacional. Jornalista, aproxima-se de escritores como Antônio Callado e outros. Mais tarde no jornal A Noite, iniciou o livro Perto do Coração Selvagem. Romancista,s eu método criativo inclui anotações a qualquer tempo, em qualquer pedaço de papel.

Narrativa com progressão discursiva

Unidade temática – um tema a ser mantido durante o texto.

Unidade estrutural – se iniciar com a primeira pessoa, deve findar com 4 pessoas

Atividade.

Compor narrativa com quatro partes: (1) a expectativa, (2) a decepção, (3) a cólera e (4) A vingança ou a volta por cima.

Argumentação

Tese é a tomada de posição a respeito de algo. Transformo uma opinião em uma tese. Tal tomada de posição é feita por uma afirmação ou por uma negação.

Argumentos servem para provar a tese; são provas da veracidade da tese.

Tipos de argumentos

Prova concreta são relatos, fatos, dados estatísticos, cifras, pesquisas usadas para convencer alguém da veracidade da tese.

Competência linguística é o uso de expressões estrangeiras para convencer alguém da veracidade da tese.

Autoridade ocorre quando cito pessoas/instituições que são autorizadas no assunto que está sendo tratado. Não confundir com prova concreta.

Consenso é aquela afirmação que tenha 100% de adesão ou aprovação, como “todo país desenvolvido investe em educação”

Raciocínio lógico é o encadeamento de idéias, causas e conseqüências expressas no texto/discurso.

Títulos, Tese e Assunto

Título Assunto Tese ou Tema

Pode ser uma só palavra

Não possui verbo

É geral Amplo

Muito geral Específico

Oração (início, meio e fim)

Atividade.

Classificar como Título, Assunto ou Tese.

(a) Política.

(b) O jovem e a política.

(c) Ultimamente temos notado um enorme interesse do jovem em participar da vida política da nação.

(d) A importância da península ibérica.

Política. Assunto

O jovem e a política. Título.

Ultimamente temos notado um enorme interesse do jovem em participar da vida política da nação. Tese/tema

A importância da península ibérica. Ou título ou assunto.

Atividade

Você deverá encontrar as causas e conseqüências para cada um dos temas dados. Organize suas idéias em um parágrafo.

Possibilidades: tema + causa + conseqüência ou causa + tema + conseqüência.

[a] As linhas de ônibus que percorrem os bairros das grandes metrópoles não tem demonstrado muita eficiência no atendimento de seus usuários.

[b] As doenças infecto-contagiosas atingem particularmente as camadas mais carentes da população.

[c] O aumento dos preços tem sido muito superior ao reajuste salarial concedido aos trabalhadores.

Respostas.

[a] Os investimentos urbanos em transporte público tem apresentado um decréscimo em seu incremento. As linhas de ônibus que percorrem os bairros das grandes metrópoles não tem demonstrado muita eficiência no atendimento de seus usuários. O resultado tem sido uma dificuldade cada vez mais notória no fluxo de deslocamento da maioria da população, com altos níveis de estresse e perdas na qualidade de tais serviços.

[b] Problemas relacionados a insuficiência de infra-estrutura básica (esgoto pluvial e cloacal, saneamento) tem trazidoo novos focos de doenças. As doenças infecto-contagiosas atingem particularmente as camadas mais carentes da população. Asssim, uma das conseqüências perversas de tal situação tem sido o aumento de internações hospitalares, o que pressioona o sistema municipal de saúde.

[c] o recrudescimento do processo inflacionário vem provocando inevitáveis distorções econômicas. O aumento dos preços tem sido muito superior ao reajuste salarial concedido aos trabalhadores. Já detectam-se em relação àqueles a perda do valor real do dinheiro, com conseqüências imediatas no cootidiano e no sustento dos mesmos e de suas famílias.

Esquema básica de uma dissertação.

Primeiro parágrafo (introdução) Tema + argumento 1 + argumento 2 + argumento 3

Segundo parágrafo (desenvolvimento) Desenvolver o argumento 1

Terceiro parágrafo (desenvolvimento) Desenvolver o argumento 2

Quarto parágrafo (desenvolvimento) Desenvolver o argumento 3

Quinto parágrafo (conclusão) Expressão finalizadora + reafirmação do tema + considerações finais

Parágrafo é um encadeamento de frases

Sugestões de expressões finalizadoras: “dessa forma, sendo assim, em vista dos argumentos apresentados, em virtude do que foi mencionado, assim, levando-se em conta o que foi observado, por todo o apresentado, etc.

Possibilidades de resolução:

(a) Os investimentos urbanos em transporte público tem apresentado um decréscimo em seu incremento. As linhas de ônibus que percorrem os bairros das grandes metrópoles não tem demonstrado muita eficiência no atendimento de seus usuários. O resultadotem sido uma dificuldade cada vez mais notória no fluxo de deslocamento da maioria da população, com altos níveis de estresse e perdas na qualidade de tais serviços.

(b) Problemas relacionados à insuficiência de infra-estrutura básica (esgoto pluvial e cloacal, sanaemento) tem trazido novos focos de doenças. As infecto-contagiosas atingem particularmente as camadas mais carentes da população. Assim, uma das conseqüências perversas de tal situação tem sido o aumento de internações hospitalares, o que pressiona o sistema municipal de saúde implantado no país.

(c) O recrudescimento do processo inflacionário vem provocando inevitáveis distorções econômicas. O aumento dos preços tem sido muito superior ao reajuste salarial concedido aos trabalhadores. Já detectam-se em relação àqueles a perda do valor real do dinheiro, com conseqüências imediatas no cotidiano e no sustento dos mesmos e de suas famílias.

Argumentação (dissertação ou texto argumentativo)

O movimento argumentativo leva ao desenvolvimento do raciocínio lógico. É necessário um encadeamento lógico das idéias (conexão lógica). A unidade temática é responsável pela coerência do texto e a unidade estrutural é responsável pela coesão do texto. Presença de relatores, que são os que seguem.

(a) Relatores lógicos são os responsáveis pelo encadeamento das idéias do texto.

(b) Relatores textuais são os que apontam para outras palavras do texto.

(c) Relatores situacionais apontam para fora do texto.

Os relatores são de adição, condicionalidade, causalidade, conclusão, explicação (justificativa), finalidade (propósito, intencionalidade), conformidade (acordo), comparação (igualdade, superior, inferior), temporalidade, oposição.

Atividade:

Texto “Porque a escola não serve para (quase) nada?, de Gustavo Iochpe.

1 – Qual o campo problemático do texto referido?

O campo problemático é o de que a escola transformou-se num campo medíocre em que a atividade de pensar ficou relegada a um plano secundário.

2 – Qual a tese defendida?

“Sempre me intrigou, … , mas na época de estudante.”

3 – Que argumentos foram apresentados em defesa da tese?

É um texto só de opinião, no sentido de que a tese não se sustenta. Tem aparência mas, sem o conteúdo, não há sustentação possível. O vocabulário é simples, com expressões voltadas para adolescentes, que é seu público alvo. Não há convencimento.

Atividade.

Roteiro de análise do texto “A turma do banco do fundo”.

1 – Qual a situação-problema que deu origem ao texto?

O fracasso escolar ou seu sucesso são fatores relevantes quanto a consciência ética do cidadão e de seu futuro profissional?

2 –Qual a tese defendida?

A de que a visão de mundo do indivíduo e de seus valores éticos e ideológicos são preponderantes à praxis cognitiva da escola. O desempenho escolar não está relacionado ao desempenho profissional.

3 – Que tipo de argumentos o autor usou para confirmar a tese? Exemplifique cada classificação.

Prova concreta: “Carlos Drumond de Andrade…mental”.

As referências que Darwin e Einstein eram alunos medíocres.

A fala de Brauer.

Raciocínio lógico: “ser mau aluno…um futuro medíocre.”

4 – O texto possui unidade estrutural? Justifique

Sim, porque é coerente, no sentido de manter um único tema que é desenvolvido sem qualquer contradição.

5 – O texto possui unidade temática? Justifique.

Sim, porque o tema possui unidade temática e uma lógica interna que beneficia a apreciação do sentido que lhe confere o autor. O texto possui organização seqüencial e elementos conectores suficientes para manter a garantia de sua coesão. Um parágrafo está encadeado no seguinte, uma frase leva para a outra.

6 – Classifique no último parágrafo o relator “onde” em lógico, textual ou situacional.

“Onde” é um relator textual, pois se refere às Forças Armadas.

7 – Sustituir o articulador de oposição dos enunciados abaixo por “mas” ou “embora”, conforme o caso.

(a) Figueiredo foi o primeiro da classe, mas não disse.

(b) Formou-se em Farmácia embora desejasse ser poeta.

(c) Sempre foi o primeiro da classe, mas não sei a resposta.

a) Embora Figueiredo fosse o primeiro da classe, não disse OU Figueiredo foi o primeiro da classe, embora não dissesse.

b) Formou-se em Farmácia, mas desejava ser poeta.

c) Embora sempre fosse o primeiro da classe não sabia a resposta OU Sempre foi o primeiro da classe, embora não soubesse a resposta.

8 – Na segunda linha do quarto parágrafo o articulador “por isso” expressa qual relação lógico-semântica?

O articulador “por isso” expressa a idéia lógica-semântica de explicação.

Atividade.

Em relação ao parágrafo abaixo, classificar os articuladores marcados em negrito, considerando o texto.

Se o tempo imprimiu lentamente suas marcas em Ivaporunduva, mudando muito pouco de suas tradições, o final dos tempos pode chegar de uma vez, em uma enchente. Os moradores se organizaram em uma associação para pedir uma satisfação ao governo. “Eles precisam explicar o que vai ser da gente”, afirma José Rodrigues (…)”

Se é um relator lógico de relação condicional que pode ser trocado por “caso” ou “por acaso”.

Suas tradições é um relator textual, pois refere-se a Ivaporunduva.

Para é um relator lógico-semântico de finalidade, podendo ser trocado por “a fim de” ou por “com o propósito de”.

Eles é um relator textual pois refere-se ao “governo”.

Na gente é um relator textual que aponta para “moradores”.

Sinônimos são palavras que possuem significados semelhantes. Frases sinônimas são aquelas que tem significados igualmente semelhantes, mas não iguais, porque os sentidos são únicos, impregnados de ideologia. As frases sinônimas servem para desenvolver o uso do vocabulário, o que é interessante do ponto de vista da criação textual.

A língua é flexível e há muitos modos de se transmitir a mesma informação.

Construa frases sinônimas substituindo as palavras ou expressões sublinhadas por outras de sentido semelhante.

[a] Alguns retornam ao berço convencidos de que ali é um bom lugar para se viver.

[b] Como não há posto de saúde as pequenas dores são curadas com suas rezas e chás, a partir das plantas medicinais cultivadas na horta comunitária.

[c] Alguns não se satisfazem em apenas ouvir falar sobre as coisas que acontecem do outro lado do rio.

[d] Se o tempo imprimir lentamente suas marcas em Ivaporunduva, mudando muito pouco de suas tradições, o final dos tempos pode chegar de uma vez, em uma enchente.

[e] A organização social do povo de Ivaporunduva, aliada ao estilo de suas construções, já virou assunto acadêmico.

[f] Parecem personagens tirados dos livros de História que retratam a vida nos quilombos ou que revelam os mistérios de algumas tribos da África.

Respostas:

[a] Alguns {VOLTAM ÀS ORIGENS CONVICTOS) de que LÁ é um bom lugar para se viver.

[b] Como não há posto de saúde as pequenas dores são (DEBELADAS) (ELIMINADAS) com suas (PRECES) (BENZEDURAS) e (INFUSÕES) (REMÉDIOS CASEIROS) a partir de plantas medicianais cultivadas na horta (COMUM) (COLETIVA) (DO POVO) (DE TODOS).

[c] Alguns não (SE CONTENTAM) (SE RESIGNAM) (SE COMPRAZEM) em (TÃO-SÓ) (SOMENTE) (APENAS) ouvir falar sobre (OS FATOS) (OS ASSUNTOS) (AS SITUAÇÕES) que (OCORREM) (SE SUCEDEM) (SE DÃO) do outro lado (NA OUTRA MARGEM)do rio.

[d] Se o tempo (CONSOLIDOU VAGAROSAMENTE suas IMPRESSÕES) em Ivaporunduva, (ALTERANDO) muito pouco de suas tradições, (SEU FINAL) pode chegar (REPENTINAMENTE) (ABRUPTAMENTE), em uma enchente.

[e] A organização social (DOS MORADORES) de Ivaporunduva, (ALÉM DO) (ASSOCIADA AO) (SOMADA AO) (JUNTAMENTE COM O) ao estilo de suas construções, já (TORNOU-SE) (TRANSFORMOU-SE EM) (TEVE ESPAÇO NOS) assunto acadêmico.

[f] (LEMBRAM) personagens tirados dos livros de História que (DIZEM DA) (ILUSTRAM) (REPRESENTAM) a vida nos quilombos ou que (CONTAM) (MOSTRAM) (DESVENDAM) os (SEGREDOS) (ENIGMAS) (MITOS) de algumas tribos da África.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s