Conselhos didático-pedagógicos do mal


Você não sabe o que fazer na escola para comemorar o “dia do gaúcho” (???), ou seja, a revolução farroupilha?

Muito simples: faça uma oficina de hip hop, pagode ou grafitagem. Qualquer dessas opções serve, podem ser únicas ou misturadas, ninguém vai notar a diferença.

Você não sabe o que fazer na escola para comemorar o dia dos pais, das mães, das avós?

Muito simples: faça uma oficina de hip hop, pagode ou grafitagem. Qualquer dessas opções serve, podem ser únicas ou misturadas, ninguém vai notar a diferença.

Você não sabe o que fazer na escola para comemorar a data de aniversário da mesma, o natal ou o dia das crianças?

Muito simples:faça uma oficina de hip hop, pagode ou grafitagem. Qualquer dessas opções serve, podem ser únicas ou misturadas, ninguém vai notar a diferença.

Você não sabe o que fazer na escola para comemorar o dia do avô, a queda do muro de Berlim, a revolução francesa, a revolução bolchevique, o dia da independência do Brasil, dos Estados Unidos, de Honduras, da Dinamarca, da conquista dos campeonatos de futebol, da queda da bolsa de valores na crise de Nova Iorque, o dia do descobrimento do Brasil, a invasão dos curdos?

Muito simples: faça uma oficina de hip hop, pagode ou grafitagem. Qualquer dessas opções serve, podem ser únicas ou misturadas, ninguém vai notar a diferença.

Você não sabe o que fazer na escola para comemorar a inclusão dos excluídos, o dia do(a) amante, o natal, a volta às aulas, o dia do adolescente, o dia do professor?

Muito simples: faça uma oficina de hip hop, pagode ou grafitagem. Qualquer dessas opções serve, podem ser únicas ou misturadas, ninguém vai notar a diferença.

Pra não acusarem você de repetitivo, sempre é bom incluir uns projetinhos de sexualidade, umas oficininhas de crochê, corte e costura, literatura grega e de contextualização da novela nas comunidades carentes, de acordo com o sentido semiótico da palavra. Isso vai demonstrar como você é moderninho, preocupado com questões identitárias, e, especialmente, aberto a novas e fundamentais experiências.

Boas festas.

———————————

Quando, em um dia letivo normal, está insuportavelmente quente, parecendo que todos vão derreter, ou quando estamos em período pré-férias (especialmente em dezembro) ou quando…………… (preencha com o motivo que você achar interessante), enfim, é mais confortável “não dar aula”, sempre é possível:

(a) levar os alunos para a sala de informática, sem ter havido qualquer planejamento anterior. Afinal, além da sala ser climatizada, você pode inventar qualquer coisa e mandar os alunos pesquisar. Ou, simplesmente, deixá-los em atividade livre. PS: no último caso, é mamão com açucar!

(b) levar os alunos para um passeio no parque, na rua, na esquina, embaixo do viaduto, na quadra, no quarteirão, no morro que fica próximo da escola, no valão, enfim, em qualquer lugar. No caminho diga que vocês estão em uma aula de observação (invente o que vai ser observado). Se você quiser disfarçar melhor, diga para levarem cadernos e fazerem anotações que serão cobradas na próxima aula.

(c) promova uma sessãozinha na sala de vídeo. O nome do filme, o assunto do filme e o contexto do mesmo é o que menos importam.(d) seja criativo: invente uma festa em homenagem a um colega, a uma figura histórica (se for uma “celebridade”, melhor ainda!) ou uma homenagem especial à falta do que fazer.(e) diga para os alunos que está muito quente para ficar na aula, consiga uma bola e vão todos para o pátio, onde os alunos ficarão correndo que nem uns doidos, enquanto você ficará no dolce far niente, preferentemente embaixo de uma sombra e com um líquido bem geladinho.(f) crie uma situação na qual seja impossível continuar com o período normal de aula; uma forma de conseguir isso é supervalorizar uma indisciplina de um aluno ou de um grupo de alunos.(g) simplesmente não vá à escola e empurre o problema com a barriga e, por último.(h) leve vinte minutos para  fazer a chamada e depois  desça, dizendo para os alunos “que vai resolver um problema na  direção”, ou qualquer outra  situação que justifique você fora da aula. 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s